terça-feira, 15 de abril de 2014

SEMEL Taboão lidera chave na Taça Cidade de São Paulo

Fui pro jogo com o futebol moleque SEMEL Taboão, pela 2ª rodada da XXVI Taça Cidade de São Paulo, no sábado, 12, no CDC Maria Felizarda, em Santo Amaro.

O adversário a ser derrotado foi o AA Pq Regina. 

Pressionando, o time taboanense encontrou o caminho do gol nesse lance em que o goleiro soltou a bola bem na frente do camisa 7 Pistolinha...

A foto embaçou, mas Pistolinha teve clareza e bateu por cobertura...

Bola na rede. Taboão SEMEL 1 a 0.

Dupla de atacantes, Pistolinha e Ruam...

Na comemoração, a rima de um entrosamento que se inicia...

No intervalo, o coordenador Val e o técnico Renato fazem as recomendações pra 2ª etapa.

Yuri entrou no jogo e incendiou. Escapando pela direita...

Fez a jogada certa e serviu de garçom ao companheiro Ruam...

Que, com categoria, deu a chapa pra bola...

SEMEL Taboão, 2 a 0.

Ruam, em foto pra lembrar o início de uma carreira que pode ser promissora...

Só alegria. 

O SEMEL Taboão, categoria Mirim, precisava dessa vitória, já que vinha de um empate em 1 a 1, na 1ª rodada, contra o Maria Felizarda.

E o entusiasmo cresceu.

O ala Josimar foi pro pega e se posicionou no segundo pau para golpear de cabeça essa bola vinda de um escanteio...

Caixa! SEMEL Taboão, 3 a 0

Importante é que as substituições no decorrer da etapa final mantiveram a equipe acesa.

E poderia ter dilato o placar nesse penal sofrido por Yuri...

Mas a cobrança foi isolada pelo zagueiro Maylon.

O SEMEL Taboão é um selecionado das escolinhas municipais, que tem a supervisão de Gilson Moura e Val do Esporte.

Está líder da chave C com 4 pontos ganhos, somando 4 gols marcados e 1 sofrido.

Tem a companhia do CDC Maria Felizarda, que também conta 4 pontos e soma 4 tentos a favor e 2 contra.

Na última rodada desta 1ª fase regional, o Semel Taboão enfrenta o GR Martinica, que conta 1 ponto ganho, em busca da passagem à próxima etapa da competição. 

Enquanto o Maria Felizarda encara o AA Pq Regina, 1 pg, na busca da segunda vaga de classificação.

domingo, 13 de abril de 2014

SEMEL Taboão bate AA Pq Regina: 3 a 0

Pela 2ª rodada da XXVI Taça Cidade de São Paulo, de futebol amador, fase regional, a equipe de Taboão, formada a partir das escolinhas municipais, categoria mirim, venceu o AA Pq Regina, sábado, 12, no CDC Maria Felizarda, em Santo Amaro.  

O placar de 3 a 0 começou a ser construído com o atacante Pistolinha, no 1º tempo, aproveitando o rebote do goleiro. 

Na 2ª etapa, Ruam recebeu passe de Yuri, pela direita, e encaçapou, 2 a 0.

O ala Josimar finalizou o escore aproveitando, de cabeça, a sobra de um escanteio.

Ainda, o zagueiro Maylon desperdiçou um penal cobrado por cima do travessão.

Da mesma chave, o Maria Felizarda ganhou do GR Martinica por 3 a 1 e, ao lado de Taboão, soma 4 pontos ganhos, porém o time taboanense tem um gol a mais de saldo. 

Segundo gol de Taboão: Yuri serviu na medida para Ruam completar à rede.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Futebol Moleque de Taboão na Taça Cidade de São Paulo

A seleção SEMEL, da Secretaria Municipal de Esportes de Taboão da Serra, categoria Mirim, volta a campo, neste sábado, 12, para enfrentar o Pq Regina.

Em  jogo válido pela fase regional da XXVI Taça Cidade de São Paulo de futebol amador, o pega começa às 11h, no CDC Maria Felizarda.

Iguais em números de pontos, o time taboanense na primeira rodada ficou no empate de 1 a 1 contra o Maria Felizarda, enquanto o Pq Regina, pelo mesmo placar, empatou com o GR Martinica.

A equipe taboanense vai em busca da vitória.

Confira a programação da 2ª Copa SEMEL

2ª Rodada (12abr14)


 Resultados da 1ª Rodada (05abr14)


segunda-feira, 7 de abril de 2014

Seleção SEMEL empata em 1 a 1

A Seleção SEMEL, de Taboão da Serra, categoria 2002/03, fez sua estreia na Taça Cidade de São Paulo...

Tendo como adversário o GR Maria Felizarda.

A partida aconteceu no CDC Pq Regina, às 8 horas do sábado, 05.

Na foto estão Iago, o pai Índio, e o Tel.

Prestigiando a competição, ao lado do amigo Reginaldo, o volante Dudu, que formou com Ademir da Guia, um dos melhores meios de campo do Brasil, 

no Palmeiras, entre os anos de 1963 à 1975, time que ficou conhecido como Academia.

Taboão precisou de cinco minutos para abrir o placar. De um escanteio pela esquerda, Ruam desviou de cabeça e meteu caixa: 1 a 0.

Dominando a situação, o time taboanense insistiu em jogadas pelo meio. 

O setor estava embolado de marcadores, o que dificultou as iniciativas mais perigosas.

Mesmo assim o SEMEL teve chance de matar o jogo em duas oportunidades.

Mas, no segundo tempo, a equipe taboanense cedeu espaço e  o Maria Felizarda chegou ao gol de empate com Guilherme cobrando pênalti.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Seleção SEMEL estreia na Taça Cidade de São Paulo

A Seleção SEMEL, de Taboão da Serra, categoria 2002/03, estreia amanhã na Taça Cidade de São Paulo.

O selecionado taboanense é formado por jovens jogadores que se destacaram na 1ª Copa SEMEL 2013, organizada pela Secretaria Municipal de Esportes.

O adversário a ser enfrentado é o GR Maria Felizarda, no campo do CDC Pq Regina, às 8h. 

A equipe taboanense comandada pelo técnico Renato, auxiliado por Cal e Jamilton, está pronta pro jogo e eu vou estar lá para conferir.

Depois eu conto. 

Prestigie o futebol moleque de Taboão da Serra.

Custa pouco causar sorrisos!

Começa a 2ª Copa SEMEL Integração


Campeã de 2013, a equipe do Santos FC volta a enfrentar os desafios da 2º Copa SEMEL. 

A bola e o futebol moleque tem encontro marcado para este sábado, 5, quando teremos a 1ª rodada desta competição organizada pela Secretaria Municipal de Esportes, através dos coordenadores Gilson Moura e Val do Mituzi.

Neste primeiro semestre estarão em campo as categorias 1998/99 e 2000/01 distribuídas em dois grupos. 

Chave A
Mituzi, Marabá, Laguna, Leme, CC Guaciara, Scândia e Vila Iasi. 

Chave B   
Jockey FC, São Paulo FC, União da Paz, C.D.D, Internacional, Catuense, Santos FC

1ª Rodada, sábado, 5 de abril de 2014  

CC Mituzi 
 8h45 Mituzi x Jockey (00/01)
9h45 Mituzi x Jockey (98/99)

CC Marabá
8h45 Marabá x São Paulo FC (00/01)
9h45 Marabá x São Paulo FC (98/99) 

CC Laguna
8h45 Laguna x União da Paz (00/01)
9h45 Laguna x União da Paz (98/99) 

CC Leme
8h45 Leme x C.D.D (00/01)
9h45 Leme x C.D.D (98/99) 

CC Guaciara
8h45 Guaciara x Internacional (00/01)
9h45 Guaciara x Internacional (98/99) 

CC Scândia
8h45 Scândia x Catuense (00/01)
9h45 Scândia x Catuense (98/99) 

CC Vila Iasi 
8h45 Vila Iasi x Santos FC (00/01) 
9h45 Vila Iasi x Santos FC (98/99)

 A equipe do Catuense também retorna ao nosso convívio.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Memorial da Várzea

O tio Mauro disse...

'Amigo Pezão

Contribuindo com o Memorial da Várzea, 

a foto é do jogo Corintinha 2 x 1 Ouro Preto,

na entrega das faixas de Campeão de l967, pela Liga Taboanense de Futebol.

O Corintinha da Vila Iasi jogou com: 


Em pé: Eduardo, Tato, Valdir, Rosinha, Valter e Marinho.

Agachados: Roberto, Medinho, Mauro, Joãozinho e Foguete. 

O jogo aconteceu no antigo campo do Municipal, hoje a Cinpal. 

E, ao fundo da foto, temos a atual Av. Paulo Aires.

Guardo essa faixa ainda com muito carinho. 

 Mauro, abraços...'

Destaque para o, hoje, tio Mauro, que na foto está entre Medinho e Joãozinho, e que nos enviou o comentário abaixo :

'Caro amigo Pezão, só um poeta da bola e quem tem o futebol no sangue, (pois ja esteve lá dentro), poderia escrever com tanta propriedade uma reportagem tão linda como a da Portuguesa das Oliveiras, interagindo ao mesmo tempo com o cenário da época, politicamente e esportivamente.

Toda a família lusitana lhe agradece de coração, clube esse que viu tantas gerações por ali passarem.

Parabéns pela criação desse Memorial da Varzea, pois muitos clubes antigos do nosso Taboão serão destaques, como EC Jd Roberto, Botafogo e Ouro Preto, do Pazzine, Santos do Pirajussara, equipes que mantém suas tradições ainda em evidência. 

Grato

Mauro Vaz de Oliveira (Tio Mauro)'

1 de abril de 2014 18:55
Excluir

Valeu, Mauro, pela contribuição ao nosso Memorial da Várzea, e pelas palavras de carinho.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Morreu Mário Pazzine!

Ontem a notícia voou. Com dor.

Morreu Mário Pazzine, dos maiores entusiastas da cultura de Taboão da Serra.

Ator, e diretor do Espaço Clariô de Teatro.

Durante anos viveu o personagem Jesus Cristo, na montagem Paixão de Cristo, no município taboanense.

Seu corpo está sendo velado no Cemitério da Saudade, Taboão, e será sepultado às 16 horas.

segunda-feira, 31 de março de 2014

Memorial da Várzea

A equipe principal do Clube Corintinha da Vila Iasi, campeão de 1967, do campeonato municipal promovido pela Liga Taboanense de Futebol.

Pô! Só estou reconhecendo o tio Mauro, o 3º da esq p/ dir.

Quem puder auxiliar pra montar essa escalação, contribua com o Memorial da Várzea de Taboão da Serra.

Segundo quadro da Portuguesa dos Oliveiras, campeão municipal da categoria, em 1967, também em campeonato promovido pela Liga Taboanense.

sexta-feira, 28 de março de 2014

terça-feira, 25 de março de 2014

Memorial da Várzea

Portuguesa dos Oliveiras FC
Fundada em 01 de outubro de 1950 
 
Corria o ano de 1950, e Taboão ainda pertencia à comarca de Itapecerica da Serra.

Getúlio Vargas era o presidente da república.

E o Brasil havia acabado de perder a 4ª Copa do Mundo, em sua própria casa,  no dia 16 de julho para o Uruguai...

calando o Maracanã, lotado, com quase 200 mil pessoas.

Invicto no certame, os brasileiros precisavam apenas de um empate. Friaça abriu o placar aos dois minutos da 2ª etapa.

Mas o cala-boca veio em seguida, com Juan Schiaffino, aos 27 min,  e Alcides Ghiggia, aos 34 min, virando o resultado da partida.

Apesar da derrota sentida, a paixão pelo futebol já se tornara mania nacional. 
 
Assim, em Taboão, os amigos Benedito Coelho, Benedito Lourenço Moraes, Leonidas Duarte, Antonio Raimundo, Angelin Derenze, Jurandir Soares e Aristides de Jesus Neto...

resolveram fundar a Portuguesa dos Oliveiras FC, na data de 1 de outubro de 1950, em homenagem a colônia portuguesa e ao bairro dos Oliveiras, onde residiam.

Mas foi pelas mãos de um alemão, aqui radicado, Paulo Hermann Portmann, que, assumindo a presidência em 1955, comandou o engrandecimento da equipe lusitana durante vinte anos.

Antes, os presidentes foram: Benedito Coelho, de 1950 à 1952, e Teodoro Franco, de 1953 à 1955.

O campo da Portuguesa situado no km 19 da rodovia Régis Bitencourt se tornou conhecido e frequentado pelas melhores equipes do nosso futebol varzeano.

 
 'Alma e vida da Portuguesa dos Oliveiras' o seo Paulo H. Portmann cuidava do campo, arrumava os jogos, preparava os uniformes, cobrava os recibos dos atletas, e escalava o time.

E, depois da partida, na vitória ou derrota, pagava lanche, cerveja e refrigerante.

Recolhido o material, saco de camisa às costas seguia o caminho de casa já pensando na preparação da semana seguinte.

Esportista e munícipe prestigiado, um dos fundadores da Liga Taboanense de Futebol, em 1964, foi seu presidente em 4 oportunidades. 
 
Tendo por ideal montar uma estrutura que pudesse atender a comunidade nas mais diversas categorias que o futebol seduz, o seo Paulo, sempre disciplinador, não hesitou em suspender 8 jogadores do time principal.

O motivo? Na época a coisa era séria. É que eles jogaram pela AA Embuense contra os aspirantes da Portuguesa dos Oliveiras, numa partida amistosa, num domingo à tarde.

Além do castigo, conta a história publicada no jornal O Cidadão, de 30/11/1989, é que o expressinho luso venceu por 2 a 1.

Paulo H. Portmann esteve à frente da Portuguesa até 1975.

E se amargou o dissabor daquela derrota em 1950, do Brasil perdendo a Copa do Mundo pro Uruguai...

Em compensação vibrou com a seleção canarinho nas campanhas de 58, 62 e 70, vestindo a faixa de tricampeão...

 
Numa época em que a várzea era considerada um celeiro de craques, tal a profusão de pelézinhos e garrinchinhas que surgiam nos campos de terra batida. 
 
E, ainda de quebra, pra satisfação pessoal, viu sua Alemanha, em tv colorida, bater o carrossel holandês e ser campeã mundial de 1974. 

Deixou um legado, uma contribuição enorme, e fez de seu filho o sucessor no comando daquela mútua paixão.

Digo: só quem vive sabe o que é!
 
Paulo Adolpho Portmann, o Paulinho, que nesta foto de 1990, aparece em pé.

Zagueirão, no mínimo, o primeiro à esquerda.

Paulinho tomou para si a incumbência de presidir a Portuguesa dos Oliveiras em 1976, e manteve a pegada paterna.

Em sua gestão, além das equipes principais - esporte e veteranos - a escolinha de futebol deu nova feição ao clube.

E comemorou o aniversário de 30 anos com estilo. Na ocasião, o prefeito de Taboão da Serra, Armando Andrade, jogou pelo time da prefeitura.

Paulinho é primeiro à direita, agachado.

E nem ele, e nem nós imaginávamos que o Brasil ia ser tetracampeão em 1994, nos Estados Unidos, na cobrança de penais depois de um empate de 0 a 0.

A Portuguesa dos Oliveiras, na virada do milênio, completando 50 anos de existência.

Dois anos depois, em 2002, o Brasil, com um time de jogadores que atuavam na Europa, faturou a 17ª Copa do Mundo, na sede Japão/Coréia do Sul, ao bater a Alemanha no jogo final por 2 a 0.

Ronaldo Fenômeno fez os dois gols e foi o artilheiro da competição com 8 tentos.

O jornal é de 1989, mas a foto é de 1960, em comemoração aos 39 anos de Portuguesa dos Oliveiras. 

Quem seria a senhorita, vestida na maior discrição, segurando a taça contra o seio palpitante?

E os anos de paixão e glórias iniciaram declínio quando a família Basile pediu a reintegração de posse do terreno/campo, em 2003.

Concedida a liminar aos autores, a Portuguesa dos Oliveiras teve que abandonar o espaço.

E mesmo após o despejo do campo, que por mais de 50 anos serviu para lazer e aprendizado de ampla comunidade...

Paulinho e um grupo de pessoas mantiveram a Portuguesa dos Oliveiras em atividade no campo do Embú/Itatuba...

'Uma das maiores injustiças que já presenciei', diz o Mauro, ex-jogador luso.
 
E, talvez, por força dessa história varzeana, após o falecimento do Paulinho Portmann, em 2013...

Alguns abnegados como Jeremias, Marquinhos, Aristides, Wanderley, Paulo Dassa, e outros, mantém a bola rubro-verde rolando...

Dando continuidade ao time mais antigo de Taboão da Serra, ainda que distante de seu local de origem. 

'Sabes, no fundo eu sou um sentimental. Todos nós herdamos do sangue lusitano uma boa dosagem de lirismo...'

E é duro ver o campo da Portuguesa dos Oliveiras, que contribuiu para vivência de tanta gente, completando 64 anos de fundação...

Abandonado por questões judiciais não resolvidas, ao invés de pessoas, agora exercita bichos do mato. 

2014. A Copa do Mundo volta a ser editada no Brasil. É a geração Neymar. Felipão no comando. 

64 anos após, aquela euforia contagiante pelo futebol canarinho também já não existe.